A interpretação de Copenhague.

Niels Bohr e Einstein em 1925.A Interpretação de Copenhague é uma interpretação mais comum da Mecânica Quântica e foi desenvolvida por Niels Bohr e Werner Heisenberg que trabalhavam juntos em Copenhague em 1927. Essa interpretação pode ser feita em três partes muito técnicas, por isso, vamos nos ater a transmitir apenas um resumo para se ter uma noção do que foi essa interpretação: A Mecânica Quântica em si, é algo muito indeterminável e assim são seus resultados. A mecânica quântica usa de previsões que talvez sejam prováveis para explicar tal assunto. Parecido quando jogamos dados, onde usamos a probabilidade para tentar achar o resultado porque não temos informações suficientes para achá-lo.
Essa interpretação teve muitas críticas de cientistas renomados como Eistein, que realizou diversos experimentos para tentar provar o contrário a essa interpretação. Um dos experimentos mais famosos feitos para rebaixar essa interpretação foi o do físico Erwin Schrodinger, em 1935. O experimento, mais conhecido como ‘O Gato de Schordinger’, que iremos ver mais pra frente, ficou muito conhecido e sua proposta era mostrar como a interpretação de Copenhague era absurda.

Advertisements

About Mecânica Quântica!

Tudo sobre mecânica quantica e o mundo maravilhoso da física contemporanea!
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s